Fungo no Parque Estadual do Rio Doce, MG (foto J.R.Stehmann)

press to zoom

Fungo no Parque Estadual do Rio Doce, MG (foto J.R.Stehmann)

press to zoom

Gomphrena arborescens (Amaranthaceae), Brumadinho, MG (foto João R. Stehmann)

press to zoom

Fungo no Parque Estadual do Rio Doce, MG (foto J.R.Stehmann)

press to zoom
1/12

O INCT-Herbário Virtual da Flora e dos Fungos é um dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia, programa que agrega grupos de pesquisa atuando em áreas estratégicas para o país, criado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia. Aprovado em 2008, o INCT-Herbário Virtual teve as suas atividades iniciadas em 2009 e desde então vem contribuindo para a formação de recursos humanos e para ampliação e divulgação do conhecimento sobre as algas, fungos e plantas coletados no Brasil e depositados em herbários do país e do exterior, como demonstrado em publicação aqui disponível.

Missão

O INCT Herbário Virtual da Flora e dos Fungos tem como missão prover à sociedade em geral, ao poder público e comunidade científica em especial, infraestrutura de dados de qualidade de acesso público e aberto integrando as informações dos acervos dos herbários do país e repatriando dados sobre coletas realizadas em solo brasileiro, depositadas em acervos no exterior.

Objetivos

– Tornar o compartilhamento livre e aberto de dados e informações não sensíveis de herbários em formato utilizável um princípio fundamental da conduta científica;


– Melhorar a qualidade dos acervos dos herbários brasileiros;
 

– Tornar os dados sobre a ocorrência de espécies no Brasil, base fundamental para a tomada de decisão e formulação de políticas públicas sobre biodiversidade;
 

– Ampliar a base de conhecimento sobre a diversidade da flora e dos fungos macroscópicos do Brasil;
 

– Estimular a formulação de políticas públicas voltadas à sustentabilidade dos herbários, à formação de taxonomistas e aos estudos sobre biodiversidade e
 

– Fornecer subsídios para que a sustentabilidade ambiental se torne um critério tão importante quanto o desenvolvimento social e econômico na formulação e análise de políticas públicas

Ações focais

As ações focais do INCT-HVFF sãovoltadas à:

Pesquisa. O Instituto tem duas linhas básicas de pesquisa: (1) Diversidade e taxonomia de plantas e fungos e (2) uso de dados de ocorrência de espécies para a formulação de políticas públicas sobre diversidade vegetal.

 

Formação de recursos humanos. Um programa de cursos de técnicas avançadas em taxonomia, de formação de curadores e técnicos de herbários e informática para biodiversidade, o que possibilita melhor qualificação dos acervos dos herbários do Brasil e a digitalização e disponibilização dos dados.

Transferência de conhecimento para a sociedade. A determinação do nome de um espécime e sua divulgação em um sistema de acesso livre e aberto é parte fundamental da estratégia de transferência do conhecimento taxonômico para a sociedade. É o conhecimento taxonômico, representado por um nome científico, que torna possível integrar, de forma dinâmica, dados, informações e conhecimento de diferentes acervos e produzir informações que possam subsidiar a análise de especialistas dos mais diversos setores como: meio ambiente, saúde, agricultura e indústria.

 

Assista ao vídeo sobre o INCT-HVFF

Comitê Gestor

Leonor Costa Maia (UFPE)

Ana Odete Vieira (UEL)

Ariane Luna Peixoto (JB)

João Renato Stehmann (UFMG)

Maria Regina Barbosa (UFPB)  

Mariangela Menezes (UFRJ)

Coordenadores de Área

José Rubens Pirani - USP (taxonomia de fanerógamas)

Lana da Silva Sylvestre – UFRJ (taxonomia de criptógamas)

Sílvia Rodrigues Machado - UNESP (formação de recursos humanos)

Ana Odete Santos Vieira – UEL (articulação dos herbários)

Massanori Takaki - UNESP (divulgação)

William Wayt Thomas – NYBG (relações internacionais)

Dora Ann Lange Canhos CRIA (sistema de informação on-line e pesquisa de produtos)

Normas de agradecimento